Intensivão

publicidade
12/nov
redação pixabay

Saiba o que fazer para não zerar a redação do Enem 2021

Publicado por Antônio em DICAS às 17:39

A menos de 15 dias para as primeiras provas do Enem e consequentemente a redação, o volume e quantidade de questões podem levar algum tempo. Para conseguir se dar bem na pontuação final, é necessário um equilíbrio entre as perguntas e a dissertação. 

Para conseguir realizar uma boa prova, o professor Mário Sérgio explicou como realizar uma boa prova. De acordo com ele, o primeiro passo é ler bem a proposta e os textos de apoio para que se possa ter uma boa noção da problemática e teses que foram discutidas nos estudos. Além de conseguir lidar com a pressão do exame com um preparo emocional. 

A sugestão do professor é que o aluno depois de ler todo o tema, faça as provas de humanas, que pode trazer reflexões geográficas, filosóficas, sociológicas e históricas cujo teor pode não só inspirar, como também ser aplicado à própria redação. 

Mas não para por aí, confira mais dicas para construir uma redação mais tranquila. 

 

Confira as dicas para não zerar a redação: 

  • Releitura de produções feitas ao longo do ano;
  • Pesquisa sobre temas mais relevantes;
  • Leitura sobre temáticas que não são do domínio do candidato a fim de evitar surpresas na hora da prova.

O que não fazer na sua redação

  • Fugir do tema proposto pela prova;
  • Não obedecer ao tipo de redação solicitado, ou seja, não escrever no formato dissertativo-argumentativo;
  • Não atingir o número mínimo de 8 linhas;
  • Usar formas propositais de anulação, como impropérios, desenhos ou parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto;
  • Desrespeitar os direitos humanos. Até 2018, mensagens de ódio, racismo e preconceito eram motivos para anular a redação. Mas, apesar de não mais zerarem o texto, fazem com que o candidato perca pelo menos 200 pontos na prova;
  • Entregar a folha de redação em branco. O espaço destinado ao rascunho não é considerado pelos avaliadores;
  • Não conseguir demonstrar minimamente nenhuma das cinco competências avaliadas.