Intensivão

publicidade
26/jul
Como se preparar para a redação do Enem Professor dá dicas

Como se preparar para a redação do Enem? Professor dá dicas

Publicado por Antônio em ENEM às 16:02

Como se preparar para a redação do Enem é uma das principais preocupações dos estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio. Afinal, essa parte da prova tem valor máximo de 1.000 pontos e pesa bastante na média final. 

A redação é um texto dissertativo-argumentativo, no qual o estudante irá receber um tema central e alguns textos motivadores sobre o mesmo. A partir disso ele tem que apresentar argumentos e soluções para um ponto de vista. 

Dicas de como se preparar para a redação do Enem

Pensando em ajudar os Feras que irão fazer o Enem, o Intensivão conversou com o professor de Língua Portuguesa Menelau Júnior, que deu algumas dicas para se preparar, confira a seguir!

Se atualize

De acordo com Menelau Júnior, o candidato precisa entender que os temas escolhidos para a redação do Enem sempre têm a ver com atualidades. “Por isso, o vestibulando precisa estar atualizado”, destacou. 

É essencial estar por dentro dos assuntos do país, uma vez que o tema sempre tem ligação com o Brasil. “Então, eu diria que assistir a vídeos, assistir a documentários é muito importante para tentar fazer uma boa prova”, indica ele. 

Cuidado com a gramática

Menelau falou ainda sobre os cuidados que se deve ter para evitar os erros gramaticais. “Normalmente os alunos acabam errando muito com pontuação, acentuação e concordância. São assuntos cruciais para poder conseguir uma boa nota. Ele [o estudante] também deve ficar atento aos elementos de coesão”, destaca. 

Estude outros assuntos

Outro ponto crucial é que a redação exige conhecimentos não apenas em língua portuguesa, mas em outras áreas. “A preparação para a redação exige várias áreas do conhecimento. Então, o aluno tem que ser bom em economia, em sociologia, em filosofia”, explicou ele. 

Não esqueça de treinar

E, por último, o mais importante: treine bastante. Não adianta de nada se focar apenas na parte teórica e esquecer de colocar os conhecimentos adquiridos em prática. Procure também conhecer os direitos humanos e a constituição, uma vez que os argumentos e soluções apresentadas precisam sempre segui-los. 

Uma dica extra para ajudar na preparação é conferir a Cartilha do Participante, que é divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão que elabora e aplica a prova. Nela é possível encontrar as diretrizes sobre o método de correção e ainda exemplos de redações que alcançaram nota 1.000 no exame.