Intensivão

publicidade
22/jul
Indígena cearense é aprovado em três faculdades e vai cursar medicina

Indígena cearense é aprovado em três faculdades e vai cursar medicina

Publicado por Antônio em estudante às 17:45

O jovem Francisco Aldemir da Silva Freitas, de 21 anos, que pertence ao povo indígena Pitaguary e mora no estado do Ceará, passou em três faculdades da área da saúde e, em 2021, começou a realizar o sonho de estudar Medicina, após ser aprovado através do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de 2020, na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). 

Francisco se prepara para realizar esse sonho desde 2017. Na época, ele conciliava os estudos na Escola Estadual de Educação Profissional Raimundo Célio Rodrigues durante o dia, com um cursinho preparatório no período da noite. 

“Eu ficava estudando durante os intervalos das aulas, revisava por meio de vídeo aulas no YouTube e fazia redações em casa quando tinha tempo”, contou ele em entrevista ao portal O Povo Online. 

O esforço foi recompensado com a primeira aprovação no curso de Enfermagem na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba e a segunda aprovação em Odontologia na mesma instituição. Porém, o desejo de ser médico falou mais alto e ele continuou a se dedicar aos estudos, até receber a terceira aprovação, em maio de 2021. 

As aulas começaram uma semana depois, na modalidade à distância, e devem seguir dessa maneira até o dia 20 de agosto. As aulas presenciais práticas estão previstas para começarem no dia 6 de setembro. 

Francisco mora com a mãe, que está desempregada, e está contando com a solidariedade de amigos, que abriram uma campanha para arrecadar R$10 mil, para conseguir arcar com os custos da mudança e de se manter durante a graduação. A campanha foi nomeada como “Eu não estou sozinho” e é possível contribuir através deste link

*Com informações do Povo Online