Intensivão

publicidade
01/jul
Com biblioteca fechada pela pandemia, jovem estuda em casa sem energia e passa em medicina

Com biblioteca fechada pela pandemia, jovem estuda em casa sem energia e passa em medicina

Publicado por Antônio em estudante às 15:16

O jovem Matheus de Araújo Moreira Silva, de 25 anos, morador do município de Feira de Santana, na Bahia, precisou estudar em uma casa sem energia elétrica ou internet e que foi emprestada por uma amiga, após a biblioteca local, onde ele costumava estudar, ser fechada durante a pandemia. 

A preparação dele para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi feita por conta própria. O jovem contou que estudava seis horas por dia, durante toda a semana, utilizando aulas online e apostilas e tirou 980 pontos na redação do exame. 

Todo o esforço, no entanto, valeu a pena e ele conseguiu realizar um sonho: ser aprovado no curso de medicina da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Ao todo, o processo seletivo da instituição durou quase um mês. 

Tendo sido estudante de escola pública durante toda a vida, Matheus sempre teve o desejo de se tornar um médico. Ele chegou até a ser aprovado, em 2015, em um curso de enfermagem. Mas trancou após dois anos, para se dedicar para estudar e passar em medicina. 

Matheus agora está pensando em maneiras de conseguir se manter no curso, que é ministrado no pólo da universidade que fica no município de Santo Antônio de Jesus. A primeira ideia foi de fazer uma vaquinha, mas ele diz que já procura um estágio para arrumar uma fonte de renda. 

As aulas já começaram na última segunda-feira (28), a princípio, de forma remota por causa da pandemia. Agora, Matheus está um pouco mais próximo de realizar o seu maior sonho e se tornar o primeiro médico da comunidade quilombola da qual ele faz parte e salvar vidas.

*Com informações do G1 Bahia