publicidade
05/fev
aprovados cinema

Cinema lidera preferência de alunos de outros estados na UFPE

05 / fev
Publicado por Giliard em ENEM às 12:49

O curso de Cinema da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) é o que lidera a preferência de estudantes de outros estados aprovados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020, porcentualmente. A opção ultrapassou medicina, que ficou na primeira posição no ano passado.

Leia também:

> Divulgado resultado da primeira chamada do ProUni

> Inscrições para o Fies começam nesta quarta-feira

Cinema tem 50 vagas e 54% delas foram preenchidas por candidatos que não moram em Pernambuco. O segundo lugar é arqueologia, com 50% (30 vagas). O curso de Medicina, que geralmente é um dos mais concorridos, ficou em terceiro, com 49,3% das 140 vagas.

Um levantamento preliminar feito pela Pró-Reitoria Acadêmica da UFPE mostrou que sete graduações tiveram 25% ou mais das vagas ocupadas por candidatos de outros estados. O percentual considera a primeira chamada do Sisu 2020. As matrículas dos novatos terminaram nessa terça-feira (4). A data também marcou o último dia para se inscrever nas listas de espera das instituições participantes.

Confira as taxas de ocupação por estudantes de outros estados:

54% cinema (50 vagas)
50% arqueologia (30 vagas)
49,3% medicina (140 vagas)
47,8% oceanografia (25 vagas)
30,8% biomedicina (120 vagas)
29,2% engenharia da computação (100 vagas)
25% arquitetura (100 vagas)

Medicina depois de Cinema

No ano passado, 62,1% dos aprovados no primeiro listão do Sisu para medicina no Recife eram de outros estados. Em 2018, foram 55,72% e em 2017, 59,28%. Por causa de números como este, a expectativa é de que no processo seletivo de 2021 haja um bônus na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dos concorrentes de Pernambuco, como ocorre no câmpus Caruaru para estudantes do Agreste.

Cotas

Nesta quarta-feira (5) a UFPE vai divulgar no hotsite do Sisu a lista dos candidatos cotistas que tiveram a aprovação validada pelas comissões de raça (pretos e pardos) e para pessoas com deficiência. Entretanto, a universidade não divulgou o horário.

Foram 663 candidatos selecionados nas cotas para deficientes, 2.284 para pretos e pardos e 550 na cota de renda. O critério para todos é ter cursado o ensino médio em escola pública.


FECHAR